Máquina de furos Regina: não será ilegal?

Há pouco tempo foi notícia o regresso da máquina de furos dos chocolates Regina. Vá lá saber-se porquê, o mesmo canal que poucos dias antes tinha noticiado a ilegalidade da existência de máquinas de fortuna ou azar nos cafés, desta vez nada diz sobre esse assunto. Acontece que é bem provável que a máquina de furos se enquadre num jogo de fortuna ou azar, pelo que poderá ser ilegal.

Máquina de furos Regina

O site dos chocolates Regina refere mesmo “se tiver a sorte de lhe calhar a bola dourada, ganha (…) uma caixa de sortido de bombons recheados”. Não é um jogo de fortuna ou azar? Não é ilegal?

Como trabalhar com vários utilizadores no mesmo documento Word

Para poder trabalhar com vários utilizadores no mesmo documento Word simultaneamente é preciso duas coisas:

- todos os utilizadores devem ter uma conta Microsoft (antigo Windows Live ID; pode ser uma conta Hotmail, MSN ou Messenger)
- um dos utilizadores deve disponibilizar o documento Word no Skydrive

Procedimentos para o utilizador que disponibiliza o documento Word no Skydrive:

1) Ir ao site do Skydrive em https://skydrive.live.com, clicar com o botão direito do rato no documento Word e escolher “Partilha”:

Como trabalhar com vários utilizadores no mesmo documento Word (imagem 1)

Continuar a ler

Patrocínios da Indústria Farmacêutica

O regime jurídico dos medicamentos para uso humano (Decreto-Lei n.º 176/2006, de 30 de agosto), estabelece nos n.ºs 5 e 6 do Artigo 159.º que as entidades abrangidas pelo mesmo devem proceder à comunicação, no prazo de 30 dias, de todo e qualquer tipo de patrocínio concedido ou recebido.

Com o objetivo de implementar as ferramentas necessárias ao cumprimento das obrigações previstas naqueles preceitos, o INFARMED, I.P. desenvolveu uma Plataforma que disponibiliza publicamente, de modo imediato e automático, uma listagem resultante destas comunicações.

Comunicações ao Infarmed 2013/10/20

No entanto a transparência desta plataforma fica limitada pela impossibilidade de pesquisa pelo que fica aqui um ficheiro Excel com todos patrocínios concedidos ou recebidos declarados pelas entidades contribuintes e recetoras, respetivamente, desde a entrada em vigor daquele artigo, a 15 de fevereiro de 2013, até 20 de outubro de 2013.

Top 5 Entidades Contribuintes em quantia:
- Laboratórios Pfizer, LDA 984.417,62 €
- Merck Sharp & Dohme, Lda. 688.864,72 €
- Bayer Portugal, S.A. 623.521,69 €
- Novartis Farma – Produtos Farmacêuticos SA 616.505,00 €
- Boehringer Ingelheim, Lda. 596.573,30 €

Top 5 Entidades Recetoras em quantia:
- Sociedade Portuguesa de Cardiologia 1.206.163,44 €
- Associação para Promoção da Investigação da Faculdade de Ciências Médicas 336.912,08 €
- Sociedade Portuguesa de Reumatologia 335.100,00 €
- Sociedade Portuguesa de Pediatria 216.602,10 €
- Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto 216.185,60 €

Total de contribuições declaradas pelas entidades contribuintes (2398 comunicações): 10.122.797,79 €
Total de aceitações declaradas pelas entidades recetoras (4747 comunicações): 8.579.810,53 €

Ficheiro Excel: Comunicações ao Infarmed

Serviço e-fatura

A 24 de Julho foi atualizado o valor do benefício, passando para 15% do IVA suportado. Aplica-se a todas as faturas que foram emitidas com o NIF do contribuinte desde 1 de janeiro de 2013.

e-fatura

Manifestações: números em Portugal vs. Brasil

Um milhão de brasileiros manifestaram-se ontem nas ruas de 100 cidades brasileiras. Foram 300 mil no Rio de Janeiro. E agora, lembram-se deste título em Portugal: “Um milhão exige demissão do governo”? É um título de setembro de 2012 daqui.

O Brasil está a ter as maiores manifestações de sempre e tem um milhão de pessoas nas ruas. Mas a esquerda tuga também achou tinha um milhão em setembro de 2012. Se o Rio de Janeiro teve 300 mil pessoas, a esquerda tuga achou que tinha 500 mil só em Lisboa! Looool. Cambada de atrasados.

A manipulação dos fumadores pela indústria e governos

Vale a pena ver pelo menos o sumário executivo deste relatório, já de 2000, produzido pela Philip Morris para o governo da República Checa de forma a provar o efeito positivo do tabagismo nas finanças públicas, assumindo claramente a morte precoce dos fumadores. O assunto foi amplamente noticiado na altura, como se pode ver no The New York Times, The Telegraph, CNNThe Guardian, USA Today ou BBC News.

Philip Morris Manufacturing Facility

Os cidadãos são assim manipulados pela indústria e pelos governos. Os seus comportamentos, na prática, não resultam de escolhas individuais e livres. Além disso é preciso não esquecer que fumar não é um hábito, é uma doença, como tal classificada pela Classificação Internacional de Doenças.

Philip Morris 2001 Public Finance Balance of Smoking in the Czech Republic

Resposta de uma marca a comentário no Facebook

Richard Neill sentiu-se enganado com a publicidade da Bodyform relativamente à menstruação. Quando arranjou namorada percebeu que afinal não era uma altura fantástica em que as mulheres aproveitavam para andar de bicicleta, andar de patins ou saltar de paraquedas. Publicou um comentário no Facebook referindo tudo isto. Recebeu este vídeo de resposta da Bodyform.

Fonte: Dinheiro Vivo